fbpx
19 99646-7010 19 3496-1747 | 3496-2771

Vereador pede construção de crematório para animais

Durante a sessão ordinária da última segunda-feira (19), o vereador Gillys Esquini Scrocca (PTB), teve sua indicação para construção de um crematório municipal para cães e gatos e dois requerimentos aprovados por unanimidade.
O vereador declarou estar bastante preocupado com relação à falta de lugar adequado para dar destinação a “cadáveres” de animais. “Capivari possui oficiosamente 50 mil habitantes e possivelmente tenhamos uma população de animal compatível a essa. Em um futuro bem próximo o município terá que dar destino correto a esses animais denominados domésticos, especialmente cães e gatos”, discursou Gillys.
Segundo ele, é dever da municipalidade cuidar do assunto, levando-se em consideração, ainda, o meio ambiente. Gillys alerta que deve existir uma estratégia a curto e médio prazo nesse sentido, pois é comum se deparar com cadáveres de animais em estado de putrefação nas ruas, áreas de preservação, rios, lagos etc.
O parlamentar informou que já existem municípios com projetos para solucionar o problema, porém, a maioria ainda não se posicionou a respeito, pois é uma questão de difícil solução. “Fiz um estudo a respeito e o crematório é o método mais correto para destinar a população de animais mortos do município. Além de prevenir a proliferação de doenças, pois em muitos casos não se sabe a “causa mortis” do animal, temos a questão do espaço físico, pois estaremos sepultando as cinzas desses animais”, concluiu.
Para complementar a indicação, Dr. Gillys apresentou um requerimento solicitando informações se existe uma estatística atualizada da quantidade de cães e gatos na cidade.
Ele questiona se existe uma obrigatoriedade legal para que os animais domésticos não sejam inumados ou enterrados em qualquer área. “Na cidade de São Paulo vigora uma lei municipal autorizando pessoas a sepultar seus animais de estimação em seus jazigos, gostaria de saber se aqui seria viável ou não”, indagou o vereador.

Cemitério Municipal
Gillys também teve seu Requerimento nº 132/2013 aprovado por unanimidade. O vereador que saber a situação atual do Cemitério Municipal “São João Batista”.
Ele se diz preocupado com a situação do Cemitério, especialmente no sentido de se fazer uma projeção futura da necessidade de ampliação. O vereador requer informações sobre se existe déficit de vagas para urnas e jazigos; se há projeto para ampliação futura da área; qual o critério que está sendo usado para a venda de terrenos; situação financeira (receitas e despesas) e qual o número de sepulturas no período de 2012 e dos seis primeiros meses de 2013.
“Deve existir uma estratégia a curto ou médio prazo nesse sentido, em face da relevância desses estudos para que no futuro não sejamos pegos de surpresa”, alertou Gillys.

Deixe uma resposta