Você está aqui: Capa » NOTÍCIAS » Capivari » Projeto ‘Jovem Hacker’ oferecerá 20 vagas
07/05/2016

Projeto ‘Jovem Hacker’ oferecerá 20 vagas

Inscrições começam no dia 16 de maio; início do curso está previsto para o mês de agosto
Projeto tem como objetivo auxiliar na formação de uma geração que seja autônoma tecnologicamente  (Foto: Divulgação/Prefeitura de Rafard)

Projeto tem como objetivo auxiliar na formação de uma geração que seja autônoma tecnologicamente (Foto: Divulgação/Prefeitura de Rafard)

RAFARD | O Instituto Federal São Paulo – Campus Capivari (IFSP), em parceria com a Assistência Social da Prefeitura de Rafard, anunciou na última semana, a chegada do projeto de empoderamento tecnológico – formação profissional na área da informática – Jovem Hacker, que oferecerá 20 vagas à rafardenses. Segundo a Prefeitura, a conquista atende ao pedido da vereadora Daniela Calil Parra Anacleto (PMDB).
O projeto é uma iniciativa do Núcleo de Informática Aplicada à Educação da Unicamp e o Coletivo Revoada e foi implantado em 2015, no Campus Capivari do IFSP.
Segundo os idealizadores do projeto, ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, o Hacker não é aquele que invade computadores e rouba senha. O nome correto para quem comete esses crimes é Cracker. O Hacker é alguém que conhece muito sobre algo, e junto com outros hackers, buscam desenvolver soluções que possam ser úteis para eles e para a sociedade, como por exemplo, a internet, em sua grande parte criação dos Hackers. “Portanto, o objetivo do ‘Jovem Hacker’ é auxiliar na formação de uma geração que seja autônoma tecnologicamente e mais bem preparada para definir os rumos do desenvolvimento tecnológico na sociedade. Também está incluso no trabalho compartilhar e construir conhecimento sobre cultura digital, software livre, recursos e dados abertos, em vista de um sistema tecnológico cada vez mais complexo e fechado”, explica o professor Alexandre Garcia Aguado, coordenador do projeto na região.
“Nós não buscamos com o Jovem Hacker só uma formação técnica, mas especialmente uma formação humana e social onde juntos vamos criar tecnologias através da programação e da robótica e refletir como isso pode ajudar nossa comunidade. O mesmo espírito de partilha e colaboração das primeiras comunidades Hackers se faz presente fortemente neste projeto”, completa Aguado.
O início do curso está previsto para agosto, com 20 vagas para os alunos que estão cursando ou já concluíram o nono ano do ensino fundamental ou médio. Os encontros serão realizado no Telecentro – Assistência Social -, em Rafard. As inscrições começam no dia 16 de maio, pelo site jovemhacker.org, na Assistência Social de Rafard ou na secretaria da escola estadual Jeni Apprilante.
“Mais uma porta se abre para a formação de profissionais em nossa cidade. Além do Telecentro – responsável por ensinamentos de técnicas básicas de informática –, agora estamos com mais um projeto, este segmentado para os jovens. Agradeço a toda equipe do IFSP Capivari, em especial o diretor Waldo de Lucca, o coordenador e professor Carlos Roberto Paviotti e os demais professores que nos ajudaram, Alexandre Aguado, Rafael Wendel Pinheiro, Karla Ricomini e Isabel das Chagas Oliveira. Tenho certeza que o projeto será um sucesso”, torce o prefeito César Moreira (PMDB).