Você está aqui: Capa » NOTÍCIAS » Capivari » Municípios debatem situação da Santa Casa de Capivari com a DRS-X de Piracicaba
07/04/2017

Municípios debatem situação da Santa Casa de Capivari com a DRS-X de Piracicaba

Entidade mantém atendimentos de média complexidade e cobra repasses dos municípios; cidades buscam alternativas e informações com a Divisão de Saúde
Prefeito Uil Maia e representantes de Elias Fausto e Mombuca, durante reunião em Piracicaba  (Foto: Prefeitura de Rafard)

Prefeito Uil Maia e representantes de Elias Fausto e Mombuca, durante reunião em Piracicaba (Foto: Prefeitura de Rafard)

RAFARD | Representantes de Capivari, Rafard, Mombuca e Elias Fausto participaram na última segunda-feira, 3, de uma reunião extraordinária com a Divisão Regional de Saúde (DRS-X), em Piracicaba, para discutir a atual situação da Santa Casa de Misericórdia de Capivari.
Dirigentes da DRS-X ouviram as dificuldades apresentadas pelos municípios. Há mais de um ano, a Santa Casa está sob intervenção da Prefeitura de Capivari. “Foi uma reunião importante e saímos de lá com o compromisso de esperar os relatórios que a Santa Casa tem que nos apresentar na próxima reunião. A DRS foi clara em afirmar que a Santa Casa não está cumprindo com os atendimentos que deveria, porém, continua a receber o valor integral que vem através da PPI (Programação Pactuada Integrada)”, relatou Ilson Donizete Maia, único prefeito presente na reunião.
Segundo Maia, a Santa Casa é o hospital referência dos três municípios para os atendimentos de média e alta complexidade “Atualmente, só estão sendo oferecidos os atendimentos de média complexidade, ficando uma lacuna no atendimento de alta complexidade, que também deveria ser oferecido aos pacientes”, frisou.
Outro agravante apresentado na reunião, é que a Santa Casa só ocupa em média 43% de seus leitos disponíveis, uma vez que o Ministério da Saúde exige no mínimo 50%.
Sobre o repasse das prefeituras para a entidade em forma de subvenção, Maia disse que Rafard contribuiu até 2015, porém, ficou impedida de continuar por conta de irregularidades nas prestações de contas.
Durante a reunião, os dirigentes da Divisão de Saúde esclareceram que o atendimento aos moradores de Rafard e demais municípios, não pode ser negado pelo hospital.
Em maio, dirigentes da DRS-X e representantes de Rafard, Capivari e Elias Fausto voltam a se reunir.

Renovação
A Santa Casa de Capivari conquistou a renovação do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social, na área da saúde. O deferimento do Ministério da Saúde foi publicado no Diário Oficial da União na sexta-feira, 31. A concessão do Certificado tem validade de três anos.
De acordo com Jacques Azevedo, diretor administrativo, com esse reconhecimento, a Santa Casa de Capivari economiza cerca de R$ 65 mil por mês com o pagamento patronal ao Instituto Nacional de Seguridade Social. Além disso, o Certificado garante a autorização para a entidade prestar serviços para o Sistema Único de Saúde – SUS, e receber os repasses do Governo Federal.
O prefeito de Capivari, Rodrigo Proença, afirma que essa é mais uma realização da atual diretoria, que está colocando a casa em ordem e recuperando a credibilidade da entidade. “Fico feliz em saber que a Santa Casa conseguiu renovar a documentação de filantropia. O hospital é uma entidade centenária, que presta serviços e cuidados a todos que precisam”, afirma.